Creation Science News


Descobrindo Deus cientificamente
14/01/2011, 7:45 PM
Filed under: :::::: PUBLICAÇÕES: A - Z ::::::

Por Cressy Morrison
Cientista, ex-Presidente da Academia de Ciências de Nova York.

Capa do livro "Discovering God in Science" de Charles E. Steele

Ainda estamos no amanhecer da era científica, mas, quanto mais surge a luz, mais e mais se revela a obra de um Criador inteligente. Através da matemática podemos provar sem erro, que nosso universo foi projetado e executado por uma grande inteligência.

Suponha que você coloque em seu bolso dez moedas numeradas de 1 a 10 e tente retira-las na ordem numérica. Matematicamente sabemos que a chance de pegar a moeda número um, logo na primeira vez, é de uma em dez; de pegar a moeda numero 1 e número 2, em seqüência, é de uma em 100; de pegar as moedas de 1 a 3 em seqüência é de uma em 1000; e assim por diante: sua chance de conseguir pegar todas as moedas na seqüência correta seria de uma em dez bilhões.

Seguindo o mesmo raciocínio é impossível a vida na terra ter
acontecido por acaso.

A terra gira em seu eixo cerca de 1000 milhas por hora na altura do Equador; se ela girasse 100 milhas por hora, nossos dias e noites durariam dez vezes mais e o Sol provavelmente queimaria e destruiria toda a vida vegetal no primeiro dia e quando a noite chegasse, seria tão longa que congelaria qualquer broto que eventualmente sobrevivesse.

O Sol, fonte de nossa vida sobre a terra, tem uma temperatura de dez mil graus Farenheit em sua superfície e nossa terra está na distância exata para que esse “calorão” nos esquente apenas o suficiente!

Se o sol nos proporcionasse apenas a metade desse calor, congelaríamos e se desse um pouco mais do que dá, torraríamos.

A terra se inclina num ângulo de 23 graus, proporcionando as estações do ano; se não tivesse essa inclinação, fluidos oceânicos gerariam ontinentes gelados. Se nossa lua estivesse um bocadinho mais distante do que está, nossas marés submergiriam os Acontinentes duas vezes por dia; até mesmo as mais altas montanhas se encobririam.

Se a crosta da terra fosse apenas 3 metros mais espessa, não haveria oxigênio para a vida.

Se o oceano fosse só 3 metros mais fundo, o gás carbônico e o oxigênio seriam absorvidos e a vida vegetal não poderia existir.

É por estes e outros fatores que NÃO HÁ QUALQUER CHANCE de que a vida em nosso planeta tenha surgido por acidente.

É cientificamente comprovada a declaração do salmista:

“Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento ununcia a obra de suas mãos.” (Sl 19.1)

“O SENHOR com sabedoria fundou a terra, com inteligência estabeleceu os céus.” (Pv 3.19)

The peace of God


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: